quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Pirinéus, Ordesa y Monte Perdido: Brecha de Rolando





A brecha de Rolando é uma passagem estreita no maciço do Monte Perdido e de acordo com a lenda foi feita pela espada de Rolando.
Diz a lenda que tendo sido derrotado em Roncesvalles, durante a fuga, chegou a este lugar intransponível. Para evitar que a sua espada Durandarte passasse para as mãos dos infiéis e antes da sua morte, atirou-a com força contra a rocha causando a enorme brecha.


Refúgio de Sarradets

A brecha de Rolando é a única passagem natural para a vertente francesa do circo de Gavarnie. Por isso,  foi frequentada por contrabandistas que transportavam mercadorias por onde se encontra agora o refúgio de Sarradets.



O lado francês é muito íngreme, com o impressionante Circo de Gavarnie, onde se formam, dependendo do tempo, algumas das cascatas de gelo mais difíceis do planeta. A vertente espanhola é muito mais fácil, pois alguns metros abaixo chega a ser totalmente plana.

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

domingo, 28 de agosto de 2011

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

3355 metros: mais uma conquista péletrica

Depois de pernoitar no refúgio de Goriz moi, sim...eu, Carlota, subi ao Monte Perdido...a Jane veio por arrasto!!




Cume do Monte Perdido




terça-feira, 16 de agosto de 2011

Pirinéus: Senda de Los Cazadores - Cola de Caballo - Refúgio de Goriz

Altimetria cedida pela Jane

Mapa cedido pela Jane

Participantes: Carlota, Jane, Magu, Saka, Sandro.
Data: 3 de agosto de 2011
Dificuldade: média
Distância: 14 kms

Trilho em gpx - La Pradera - Senda de los Cazadores - Cola de Caballo - Refúgio de Goriz





Edelweiss

Perspectiva da Senda dos Cazadores




A Brecha de Rolando (onde iríamos mas pelo lado francês)

A marmota curiosa a espreitar-nos


Lá ao fundo La Pradera e o autocarro

Nesta ida para o refúgio optamos por ir pelas correntes



domingo, 14 de agosto de 2011

Pirinéus: Cañón de Añisclo



Participantes: Carlota, Jane, Magu, Saka, Sandro.
Data: 2 de agosto de 2011
Dificuldade: fácil
Distância: 11kms

Trilho em gpx




Altimetria cedida pela Jane




Mapa cedido pela Jane

O Cañón de Añisclo é uma das espetaculares zonas de Aragón, uma profunda garganta, produto da intensa ação erosiva primeiro glaciar e mais tarde fluvial por parte do rio Bellós.
Numerosas e vertiginosas cascatas, um bosque bem conservado e a sensação de estar num lugar único, fazem dele mais um local imperdível do Parque Nacional de Ordesa e Monte Perdido.

Desde Huesca, deve seguir-se pela N-240 até Barbastro, em direção a L’Aínsa, aqui seguir a direção norte até Bielsa para desviar uma vez mais no cruzamento de Escalona. Desde esta povoação entramos no impresionante Cañon de Añisclo, por uma pequena estrada que acompanha o rio  Bellós.